segunda-feira, 11 de julho de 2016

dias mal humorados

Não adianta reclamar.

Tem dias que são assim mesmo, ué, fazer o quê? Parecem que eles nasceram do avesso, virado no coisa ruim, são dias que desceram porque não tiveram escolhas ou porque, vá saber, não conseguiram estrebuchar com a preguiça.

São dias mal humorados.

Dias em que a bola não entra.
Que a cerveja não desce.
Que a bola não rola.
Que o jogo empata.
Que a reunião não acaba.
Que o elevador pifa.
Que o molho mancha.
Que o semáforo fecha.
Que a chuva aperta.
Que o frio pega.
Que o carro estraga.
Que a hora atrasa.
Que o adversário vence.
Que o cartão trava.
Que o ônibus não para.
Que a boca amarga.
E que o nó sufoca.
Inclusive este texto.


São dias em que nenhum sorriso agrada e que nada está bom.
Inclusive este texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário