terça-feira, 27 de janeiro de 2015

vendem-se sumiços

Vendem-se sumiços. Em pílulas. A dose mais fraca, de cinquenta miligramas, tem um efeito até que bacana. O ideal é que comece por ela pra ir se acostumando. Mas a melhor, sou até suspeito pra falar, é a de cem miligramas. Essa, como dizia minha saudosa avó, é tiro e queda. Minha avó, quantas saudades! Se ela estivesse viva hoje, certamente não viveria sem uns três comprimidinhos desses na bolsa.

Sei que o efeito desse remédio é obvio. Sumir, claro. Mas o que você não sabe é o que existe por trás desse efeito, meu amigo. Ele te proporciona algo que é surreal. Essa foi a minha impressão. Por alguns instantes pensei que estava frente ao resultado mais avançado da ciência. É algo de cinema que, num rasante, veio pra realidade. Pra nossa realidade.

Essa pílula tira você dela, da realidade. Corpo e alma. Exatos seis minutos depois de tomá-la, você aparecerá num lugar completamente diferente daquele que os seus olhos estão acostumados a ver. Ele fará você se sentir em paz, como nunca sentira antes. Mas não, isso não é a morte. Deve ser melhor porque você volta. E volta bem melhor, renovado.

Bem melhor porque sumir fará você se entender. É coisa de louco, eu sei. Talvez você não compreenda apenas lendo isso. Aconteceu comigo. Tive que experimentar para (me) entender. Não sei se deu certo até agora, mas ajudou. Sumir, de vez em quando, faz bem à saúde. É o que posso dizer.

Outra coisa importante: durante o sumiço, você tentará pensar em alguma coisa. Não conseguirá. Durante o efeito, os pensamentos não serão seus. Eles serão da vida. É ela que se encarregará de mandar boas vibrações pra você. Algumas luzes surgirão. Vão piscar bem à sua frente. Não estranhe. Sabe quando você costuma dizer que queria tanto uma luz pra esse ou aquele problema? Então...

O seu coração será limpo. Só restarão as coisas boas que você guardou até sumir. Mágoas e tristezas ficarão por lá. Os erros, por sua vez, continuarão. Mas nada que vá te tirar o sono, pode ficar tranquilo. Você olhará pra eles com mais humildade. Reconhecerá os seus fracassos numa boa. Sem crise.

Um detalhe: ele é contraindicado pra quem quer fugir da vida. Ele não foi feito pra isso. O sumiço é perfeito pra quem quer paz. 

Interessados, por favor, entrem em contato. Por inbox.

Nenhum comentário:

Postar um comentário