domingo, 21 de dezembro de 2014

aos amigos (para felipe e marcelo)

Crescer é a parte mais chata da vida. E foi preciso eu deixar a infância barra adolescência lá atrás para entender essa parte sacana do viver. Crescer é um processo que vai muito mais além do amadurecimento. Sem querer exagerar, trata-se de um convívio diário com a escassez do tempo. Uma briga quase constante, cheia de dribles mágicos nas horas, nos dias...

Tudo corre. Voa.

E o que fica é a saudade – e como fica.

E essa conclusão me apareceu hoje, quando a vida, veja vocês, me permitiu um respiro maior, mais profundo e reflexivo.

Pois é, o ano acabou. Foram doze meses de idas e vindas. De estradas. Aeroportos. De olhar nervoso para um relógio impiedoso. De palavras incompletas enviadas pelo whatsapp para dizer olha, estou vivo! Marcelo e Felipe, meus grandes amigos, a gente quase não se viu este ano, não é? Ficamos apenas no vamos combinar, no eu te ligo quando chegar aí, no vamos fazer um churrasco lá no sítio. Ficamos na promessa, meus caros.

Mas não se sintam culpados, por favor. Pelo menos não é esse o meu sentimento agora. Também não sei definir qual seria. Talvez, uma vontade – tardia, é verdade – de ter pedido para alguém, lá atrás, ter nos alertado sobre essas armadilhas do crescer. Se fosse assim, podem acreditar, certamente a gente teria varado mais madrugadas rindo daquelas idiotices que são só nossas ou teria falado mais mal do Rogério Ceni (desculpa, Gordo, não resisti!).

Senti falta, neste ano, dos conselhos de não beba muito que sempre vinham entre um gole e outro na cerveja e quando a voz já estava mole, mole. Senti falta também – que as nossas mulheres não leiam isso – daqueles comentários... Daqueles, vocês sabem muito bem. 

Enfim, 2014 foi mais triste sem vocês, meus amigos. Saibam disso. Mas que em 2015 nossas conversas possam ir além das mensagens e do celular. E que as risadas sejam mais reais. Só isso que peço.

Um comentário:

  1. VC e um genio com as palavras...tem o dom de emocionar. Obrigado por existir meu amigo.

    ResponderExcluir