terça-feira, 4 de junho de 2013

caminho

Minhas despedidas são diárias
e o meu adeus é convicto
até o seu olhar,
é quando tudo volta,
a vontade de te ter
e a sina de te esquecer

Nenhum comentário:

Postar um comentário