quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

de quem é a culpa?

De quem é a culpa pelo amor ter acabado? Do destino sacana que nos envolveu? Ou seria culpa do tempo que nos fez de bobo? De quem é a culpa pelo amor ter ido embora antes da nossa hora? Seria da poesia que acabou? Da música que se calou? Da rotina que não soubemos reinventar? Ou da vida que estava de mau humor naquele dia?

Será que a culpa foi sua que não entendeu o meu olhar? Ou o culpado fui eu que não soube te olhar? De quem é a culpa, meu bem? Seria do próprio amor, esse doido, que enjoou da gente e resolveu pregar a mesma peça em outros corações? A culpa seria das palavras que faltaram? Ou do silêncio que exagerou?

4 comentários:

  1. Como diz o ditado popular "O amor é cego" mas seria ele cego por completo ou parcial ? só sei que quem nunca chorou por amor? não teve uma música em especial que envolvesse um amor ou algo do gênero o amor tem dois lado o bom e o ruim o alegre e o feliz como já dizia o juramento na alegria e na tristeza, na saude e na doença . . . Enfim "Que seja eterno enquanto dure"

    Belas palavras Vini amei seu texto

    ResponderExcluir
  2. DE MARCELO PEDROSO, VIA FACEBOOK:

    sem culpas, nem desculpas, foi simplesmente o fim... acabou... belo texto brother, valeu!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Vinícius. Gostei muito do do seu texto. Assim ficamos quando o amor diz adeus, cheios de perguntas, perguntas que já sabemos as respostas. Abraços. Edna Maria

    ResponderExcluir
  4. O silêncio exagerado é uma faca que corta qualquer relacionamento! Pode acreditar.

    ResponderExcluir