terça-feira, 10 de julho de 2012

as músicas tristes em nossas vidas

É quase um ritual.

Escuto uma música triste por dia. E geralmente à noite. Momentos antes de pegar no sono.

Deve ser uma forma, mesmo que involuntária, de esquecer tudo aquilo de ruim que aconteceu. É, pode até ser. Afinal, músicas tristes costumam ser belas. Belas pelo fato de nos fazerem enxergar a vida de uma forma diferente. Mais humana, eu diria – sem aquela insensibilidade que, vira e mexe, encontramos por aí.

Acredito que são nas canções tristes que os nossos melhores sentimentos afloram. Que é quando a vida parece uma cena de filme. Um filme em câmera lenta, romântico e poético. Essas músicas são reflexivas. Sim, nos fazem pensar. Repare nisso qualquer dia que se pegar ouvindo uma. Você ainda vai me dar razão. Garanto. E ainda vou além: elas nos inspiram e nos colocam pra frente.

Tenho aqui comigo também que as canções tristes costumam guardar um passado que a memória já deixou escapar há tempos. E perfumes que não lembraríamos por nada neste mundo se não fossem esses acordes mágicos que, acredite ou não, são necessários para o coração.  

A música triste que tem tocado bastante por aqui é essa:



E a sua, qual é?

Um comentário:

  1. Lívia Guimarães13 de julho de 2012 16:44

    eu amo essa música e concordo que ouvir músicas tristes faz bem! mesmo se ficamos mais tristes na hora, elas servem pra descarregar tristeza e nos melhorar depois!
    teoria aprovada.

    ResponderExcluir