terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

deve ser pior que TPM


Já vou logo avisando que este texto que você começou a ler está bem mal humorado – mas bem mal humorado mesmo – para, caso não queira ler, parar por aqui e procurar algum site de humor ou algo do gênero. Aviso porque, primeiro, sou seu amigo e, outra, você corre o sério risco de ficar assim como eu lá no final.


Bom, já que chegou até aqui, vamos lá. O mau humor me pegou de jeito ontem. No começo, eu achei que fosse mais uma brincadeira sem graça da tal da segunda-feira. Tanto que nem esbravejei. Hoje, no entanto, eu vi que ela, coitada, não tinha nada a ver com esse estado de espírito. Abre parêntese: desculpa, segundinha. Fecha parêntese. Voltando: hoje foi um daqueles dias em que você acorda contra a sua vontade, sabe?

Um dia em que nada faz sentido desde quando você vai à padaria para tomar um simples café e a simpática mocinha não traz exatamente aquilo que pediu até o computador que trava no meio de texto que você precisa entregar com toda a urgência do mundo. É um turbilhão de acontecimentos que parece conspirar contra tudo que você julga ser certo. É uma enxurrada de irritações sem sentido. É a vontade de passar o dia falando palavrão na tentativa de aliviar aquilo que tanto atormenta.

Em dias assim até mesmo o silêncio amola. E nada te deixa confortável. Não existe o bom nem o ruim: apenas um meio termo, algo sem vida, que vai corroendo todas as migalhas de sentimento que ainda restam. É você escutar Let It Be e achar a pior música do mundo. É ver alguma obra de Picasso e ter a certeza de um desenho de péssimo gosto. Isso é mau humor. Deu pra entender?

Mas é melhor parar por aqui. Ah, desculpe-me se, de certa forma, te deixei mal humorado. Juro: não era a intenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário