terça-feira, 6 de setembro de 2011

terapia


Escrevo para chorar com minhas próprias palavras,
para desabafar um sentimento,
quase sempre intenso,
escrevo, talvez, para encontrar uma solução,
em vão,
algo para aliviar,
um sabe-se-lá-o-que que não soube amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário