segunda-feira, 20 de setembro de 2010

papo final

Leve a saudade com você. Prefiro ficar com o seu sorriso. Se não se importar, pode carregar as mágoas e as brigas. Eu só quero os bons momentos. Os nossos bons momentos. Aproveite também e coloque aí dentro toda a angústia que vivemos. Fique à vontade. Dos nossos planos eu não faço questão, tudo bem? Leve-os junto com você. Ou, se preferir, jogue-os pela janela. Agora, eles não valem mais nada mesmo.
E, se me permite, gostaria de guardar aquele fim de tarde na praia e um abraço seu. Pode ser qualquer um -- menos o último, quando tudo acabou: esse eu deixo para você, numa boa. Aliás, eu também quero que leve toda a tristeza que sentimos. Aproveite para ficar com as lamentações e com as condicionais que, a propósito, nunca nos levaram à porta de uma felicidade sequer. Elas são suas.
Mas, para não dizer que não quero nada, eu gostaria de levar o gosto do nosso primeiro beijo. Pelo pouco que te conheci garanto que não vai se importar. Ah, também quero as madrugadas que atravessamos falando no telefone, jogando conversa fora. A conta dos telefonemas pode deixar que eu pago.
Combinado?

2 comentários:

  1. DE NEUZA ZANARDI, VIA E-MAIL:

    meu amigo........ ! fique bem! abraços!

    ResponderExcluir
  2. nao gosto de ver vc assim... bjs su

    ResponderExcluir