quinta-feira, 8 de abril de 2010

e a culpa é do antony...

Engraçado: às vezes, é preciso surgir uma nova vida para cair a ficha de que a nossa própria vida está, digamos, ganhando algumas ruguinhas. Talvez seja o recado da existência que vem nas ondas do tempo. Ou, quem sabe, não seja absolutamente nada disso. Mas não vou negar que, hoje, me senti um pouco mais velho. E olha que só faço aniversário no ano que vem.

Digo que estou me sentindo velho por um único motivo: o primeiro filho de um dos meus melhores amigos nasceu. Acabei de receber a notícia, que chegou sem palavras, na verdade. Veio, apenas, com uma foto:


Assim que recebi a mensagem, fiquei olhando, pensando... Parece que foi ontem que a adolescência nos brindava com festas que atravessavam as madrugadas, com churrascos que duravam um fim de semana todo, com baladas muitas vezes furadas, é verdade; mas que, no final das contas, era tudo muito bom.

Agora, o tempo é outro: anda devagar, a passos um pouco mais lentos. Aquela pressa doida que tínhamos passou. Foi embora. Dobrou a esquina. Pressa, aliás, que hoje me pergunto: pra que, meu Deus? Tem hora que crescer parece ser uma tremenda bobagem. Bom mesmo é curtir o presente. Aproveitar cada segundo. É aquela história do carpe diem, sabe? Sei, no entanto, que posso ficar aqui despejando palavras poéticas, lindas, belas, que não vai adiantar. A realidade é que estamos ficando velhos. À nossa maneira, mas estamos. E a linda culpa é do Antony, o filho do meu amigo Gustavo.
Parabéns.

2 comentários:

  1. Parabéééééns pelo Antony ao Sr. Gustavo que deve estar muuuito freneticamente feliz agora!!!! Que Deus abençoe essa nova vida e sua família! Parabéns Para o Sr. Gustavo e para a Sra. Dona Mulher Do Sr. Gustavo que não foi citada no post! Uma linda fase de vida começa agora! Aproveitem cada segundo! [e essa última parte vale para todos!]

    ResponderExcluir
  2. Eu me sinto da mesma forma diante do tempo! Este mês as minhas duas melhores amigas mudarão completamente de vida: uma se casa e a outra virará mamãe... meu Deus!!! Não cai minha ficha! Deve ser mesm a tal da velhice!

    ResponderExcluir