segunda-feira, 13 de outubro de 2008

à sua disposição, meu mestre regime!

Preciso confessar uma coisa: eu me rendi à boa forma. Ou, pelo menos, a tentativa de chegar a tal da boa forma. As palavras da minha mãe – dizendo que não estou gordo, que estou com tudo em cima – não me convenceram (desculpe-me, mãe). Acho que andei exagerando sim no almoço, no meu jantar ou naqueles lanchinhos intermináveis e prazerosos. Estou gordo, sim! Daí a necessidade de um regime que comecei há pouco menos de um mês.

E ainda tem mais: não está sendo nada fácil.

Primeiro porque aqueles amigos que costumam almoçar comigo já repararam no meu prato. E aquele comentário é inevitável: “Nossa! Resolveu fazer um regime? Estava precisando mesmo!”. Bom, mas isso eu já superei logo de cara. Tirei de letra, como dizem por aí. Arrumei uma meia dúzia de desculpas, do tipo “o meu médico pediu para eu comer um pouco menos de arroz e para dar uma reduzida na costelinha por causa do colesterol”. E pronto.

O problema, você não sabe, é dizer para a minha consciência que acabaram os manjares de limão depois daquela feijoada suculenta. O problema é ligar para o meu melhor amigo e dizer que não vai rolar a tradicional cervejinha de quarta-feira com porção de calabresa... Porque estou de regime! (Juro! Nunca pensei que, um dia, eu fosse ter esse hábito).

Está sendo difícil. Regime é uma coisa que deve ter sido criado num dia em que Deus estava para lá de distraído. Deve ter sido uma brecha que o diabo aproveitou para colocar mais uma tentação no nosso caminho. Quer saber por quê? Porque é horrível ir ao restaurante no domingo com a família e se negar a colocar no prato aquela picanha de pernil que salta aos nossos olhos. Porque é difícil dizer ao garçom que você já está satisfeito quando, na verdade, o que você mais quer é engolir aquela costelinha brilhante junto com uma alcatra com aquela gordurinha que já me faz salivar só de pensar.

Nessa hora – confesso –, eu digo que estou passando mal e que preciso ir urgentemente ao banheiro. Prefiro evitar a tentação a deixar o meu regime cair por terra.

Mas existem outras situações um tanto quanto desagradáveis na vida de quem está de dieta. Outro dia, por exemplo, eu fui fazer caminhada numa pracinha aqui perto de casa. Lá, só para te situar um pouco, é o lugar onde se concentra o maior número daqueles trailers de lanche. Pois então. Comecei a minha caminhada. Estava tudo muito bem até que o seo Jaime, dono de um desses trailers, me reconheceu. Ele achou estranho me ver caminhando a passos apertados, com a camisa toda molhada de suor.

Não deu outra.

- Ué, você caminhando? Só te vejo por aqui comendo? – disparou o simpático senhor.

Tentei responder, mas só deu tempo de dizer que...

- Estou de regime agora, seo Jaime!

Pelo pouco que vi deu para perceber que a minha nova vida não agradou muito aquele senhor. Já na volta de número nove (são dez voltas em torno da praça por dia: essa é a minha meta!), eu dei uma ligeira olhada para o carrinho dele. Que vontade de largar tudo: a caminhada, a tal da boa forma, o regime... A minha vontade era de sentar ali e devorar um X-bacon com muito catchup e mostarda. Fui mais forte!

Mas o regime traz muito mais problemas do que esse aí. Por exemplo. Fui ao supermercado fazer umas compras. Lógico que fui obrigado a passar batido pelo corredor do chocolate, das bolachas e afins. Tive que parar naquele corredor de coisas light. Deus me livre. Nunca me senti tão mal na minha vida. Aqueles pacotes de cereais são arrogantes que você não faz idéia. Isso sem falar no tal do queijo ricota! Credo.

E o pior foi passar essas coisas no caixa. A mocinha começou a me olhar de um jeito desconfiado. Talvez, vá saber, ela não estava botando muito fé na minha compra. Ela deve ter pensado: “Essas coisas não combinam muito com você!”. Mas preferiu o silêncio – para a minha sorte.

PS 1: A sinceridade é a melhor coisa do mundo!
PS 2: Não resisti ao lanche do seo Jaime. Quando terminei a minha caminhada, caí em tentação: devorei um X-bacon. Com muito catchup e mostarda.

4 comentários:

  1. Tb estou de regime ... e posso te dizer ...
    - No regime a gente vira anti-social ... não dá pra ficar tomando cerveja com os amigos.
    - Pra mim, pior que o x-bacon, são os chocolates, doces e afins.
    - E o pior de tudo .... quando seu corpinho já está ok, é preciso manter ... e aí que o bicho pega, porque vc não vê mais necessidade de se privar, mas nunca mais vai poder voltar a comer as coisas que mais gosta ... é duro !!!!

    ResponderExcluir
  2. Ha...ha...ha... eu quero o endereço do seo Jaime! Quero um X-bacon...urgente!!!

    ResponderExcluir
  3. DA JORNALISTA JANETE OGAWA

    Felicidades com o seu regime. Nunca é tarde. Lembre-se: é saudável tb.
    Apesar de dar esses toques, confesso que não sou a pessoa ideal, pq em matéria de alimentação sou péssima. Basta conferir o que como: somente bolachas, chocolates e pães. Arroz e feijão que é bom, faz muito tempo que não como!!

    ResponderExcluir