segunda-feira, 8 de setembro de 2008

na livraria

- Boa noite. Em que posso ajudar?
- Estou procurando o livro “Antes do Baile Verde”. Você tem?
- Qual livro? Quem escreveu?
- Lygia Fagundes Telles, conhece?
- Ah sei. Aquela moça da novela?
- Da novela?
- É... Da “Ciranda de Pedra”!
- Sim, é ela mesma.

No computador, ela abre o sistema e digita: “Lúcia”.

Interrompo-a.

- Não, não... Você escreveu errado.
- Sim. Desculpa.

Ela apaga e começa de novo.

“Lígia”.

- É com Y
- Nossa! Não sei onde estou com a cabeça hoje.

Não comento nada. Em silêncio, continuo a olhar para a tela do computador.

A mocinha, então, escreve: “Lygia Facun...”.

Interrompo-a (novamente).

- Não é assim. É Fa-gun-des. Fagundes, com G de gato!
- Sim – balbuciou. - Achei aqui. Dê uma olhada!

Assumo o computador e começo a vasculhar o site atrás do livro. Não encontro. Com uma solicitude de causar inveja a qualquer um, ela volta com outro livro da autora.

- Moço, o único livro que achei é esse aqui. É “Seminário dos Padres”!
- “Seminário dos Padres”?
- Ah, não. Desculpa. É “Seminário dos Ratos”.

Digo que não quero. E vou-me embora. Perplexo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário